Parceiros

 A criação dos parceiros de oração busca alcançar dois propósitos fundamentais encontrados e incentivados pela palavra de Deus; edificar um ao outro e irem a uma família de não crentes para evangelizar.  

CRONOGRAMA PARA IMPLANTAÇÃO DOS PARCEIROS DE ORAÇà

 – Dia 13/02/18  16:00Hs – Reunião dos supervisores com pastores 

Objetivo: Propósito da criação dos parceiros – Como escolher os parceiros – Projeção de parceiros por célula – Alvos de multiplicação – Treinamento dos parceiros – Visão ampla.  

 – Dias 26-27-28/02/18 – Treinamento especifico para Parceiros de Oração 

 – De 12 a 19/02/18 – Primeiros encontros dos parceiros para edificação mútua  

 – De 9 a 14/04/18 – Abertura das primeiras Casas de Benção

 

DOS OBJETIVOS DA REUNIÃO 

 1 – Propósito dos parceiros 

 A criação dos parceiros de oração busca alcançar dois propósitos fundamentais encontrados e incentivados pela palavra de Deus; edificar um ao outro e irem a uma família de não crentes para evangelizar.   

 

2 – Como escolher os parceiros  

 Alguns critérios de natureza bem simples devem ser observados quando os parceiros de oração forem escolhidos pelo líder de célula. Entre eles estão: 

 Um dos parceiros deve ter mais tempo de salvação, a lógica é a de que ele seja mais maduro, que tenha mais de Cristo nele do que o outro. 

A prioridade é para quem fez, esta fazendo ou está começando um dos Cursos.  

Para comodidade dos parceiros, é importante que não morem muito distantes um do outro para não dificultar seus encontros, socorrer nas possíveis necessidades e fazerem a sua Casa de Benção. 

Havendo dois casais na célula, a edificação deve acontecer separadamente, homem com homem e mulher com mulher, a menos que se sintam a vontade para estudarem a palavra e orarem juntos. Porém, a conquista de uma casa deve ser feita pelo casal ou pelos homogêneos, como acharem melhor. 

 Estas situações devem ser cuidadosamente observadas pelo líder da célula, o discipulador e o pastor. Caso surja alguma situação não mencionada, a liderança reunida deve buscar uma melhor solução.   

 

3 – Projeção de parceiros por célula e extensão 

 A partir do número de celular, lideres formados e não liderando, lideres sendo treinados nos cursos e irmãos que recebam a visão do vencedor, deve-se fazer a projeção de cada célula e extensão quanto ao número de parceiros a serem alcançados. Esta previsão deve ser feita nos próximos cinco dias, e apresentada pelos supervisores ao Bispo.   

 

4 – Alvos de multiplicaçã 

 O Espirito Santo nos deu uma palavra RHEMA, 2018 ano das grandezas de Deus. As grandezas são os resultados das coisas que fazemos por fé e não por vistas. As coisas grandes, que estão além do que podemos fazer, produzem uma reação da manifestação do poder sobrenatural de Deus. Nosso ministério tem vivido e experimentado o natural, mas chegou o tempo do sobrenatural. Este é um ano de multiplicação. Nosso alvo é o de que cada célula, por meio de seus parceiros de oração, conquiste uma família e estabeleça uma célula. Vamos romper as mil casas em 2018.   

 

5 – Treinamento do parceiros  

 Todos os parceiros de oração passaram por um treinamento especifico para viverem com sucesso esse novo tempo de suas vidas. Por três noites aprenderam em como edificar um ao outro, conquistarem uma família e estabelecer uma célula. Os temas serão: 

1 – Os parceiros de oração são os remanescentes  

2 – Os parceiros de oração são santos 

3 – O parceiros de oração são anônimos.  

 

6 – Compartilhando a visão dos parceiros 

 O salvo necessita lutar contras as fortalezas que Satanás foi construindo ao longo dos tempos em sua mente, criando uma mentalidade de vida espiritual completamente fora de sua realidade e proposto. Nossos irmãos precisam acreditar na Bíblia, Palavra de Deus, e não no que o diabo diz. A falta de trabalhadores no reino de Deus é uma só: a mentalidade satânica de que ele não pode ser usado por Deus. A Bíblia, e só ela, pode libertar os salvos dessa terrível prisão, o conhecimento da verdade. Chegou o momento de mudar essa realidade negativa que anula os salvos e joga o resto do mundo no inferno.   

 

Desenvolvendo o ministério: Semanalmente os parceiros de oração reunir-se-ão para estudar a Palavra e orar pelas necessidades uns dos outros, alterando o endereço da visita a cada encontro. O tempo não deve passar de uma hora.  

 A fim de ganhar tempo, e aproveitar a unção do encontro, sugerimos aos parceiros, que fação a visita logo em seguida, porém fiquem a vontade para fazerem sua Casa de Benção no dia que for melhor para eles e a família alcançada. 

 Os parceiros de oração reunir-se-ão com seu líder uma hora antes da reunião de célula. Juntos vão orar pela Casa de Benção, compartilhar experiências,  resolverem possíveis dificuldades e receberem as ministrações da próxima semana.  

 As pessoas que andavam com Jesus. As pessoas que andavam com Jesus acreditavam que podiam fazer tudo o que Ele dizia que elas podiam fazer e faziam. Por que? Porquê acreditavam que as experiências sobrenaturais que obteriam, era pela manifestação da graça de Jesus por meio delas. Elas sabiam que não tinham o poder para fazer o que ele as mandava fazer, mas criam que ao fazer, o poder dele passaria por elas produzindo o sobrenatural. É isso, é com essa simplicidade que devemos ensinar os “parceiros” a liberar a fé e pronto.      

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on whatsapp
Share on print
Share on email